top of page

"Estou com sono mas ainda quero brincar"

Sou a Taline Martins mãe do Bud.

11 meses


01-Quando você se apaixonou pelo Bulldog Inglês?

R: Meu esposo sempre gostou da raça e há 2 anos, quando decidimos que teríamos um cachorro, ele afirmou que teria um cão só se fosse Bulldog Inglês. Assim comecei a pesquisar e conhecer mais sobre a raça.


02-Quando decidiu que queria ter um, quais foram os métodos de pesquisa sobre a raça e criadores, internet, amigos, etc.

R: Depois que decidimos pela raça pesquisamos na internet sobre criadores e sobre a raça. Vimos muitos vídeos e dicas de como escolher o criador e qual seria o padrão de raça.

03-Sem citar nomes, qual foi o método de escolha na hora de adquirir um filhote, atendimento do criador, padrão da raça, preço, indicações de onde comprar, etc.

R: Escolhemos o canil por apresentar fotos de cães do padrão da raça, ter cães da cor que queríamos, pela proprietária ser veterinária e pelo canil ser próximo da nossa cidade.


04-Com o filhote já em casa, quais foram suas maiores dificuldades quanto a raça e cuidados, mesmo que tenha adquirido o Bulldog já adulto.

R: Nossas maiores dificuldades foram entender as necessidades de interação do Bud e a educação dele. Como ele fica sozinho o dia todo, quando chegávamos ele estava elétrico e cheio de energia para brincar e interagir conosco. Hoje ele já está mais acostumado com a rotina e nós já sabemos como gastar a energia acumulada dele. Sobre a educação o pior foi a teimosia e as manias de morder tudo que vê pela frente.

05-Você teria vontade de ter outro Bulldog? E voltaria a comprar de onde adquiriu seu primeiro? Adotaria um Bulldog já adulto, castrado e com idade avançada?

R: Temos sim vontade de ter outro, só não temos ainda por questões financeiras e de espaço. 

Com certeza compraríamos no canil de onde veio o Bud, a proprietária é maravilhosa e sempre atenciosa com nossas dúvidas sobre os cuidados com o ele.

Não sei se adoraríamos um adulto, temos medo do Bud não aceitar outro cão adulto no espaço dele. Também não estudamos muito sobre como deve ser feita a aproximação nesses casos de adoção.


06-Quanto ao atendimento veterinário para o seu Bulldog, teve alguma dificuldade em encontrar um especialista na raça ou teve que ir em vários?

R: Ainda não encontramos um especialista em nossa cidade, a única especialista que conhecemos é a criadora que nos vendeu o Bud.

07-Seu Bulldog já teve algum problema sério de saúde? Passou por algum procedimento cirúrgico e/ou esta em algum tratamento diário, como, otite, assaduras, dermatite.

R: Não, nosso baby Bull não teve nenhum problema grave apenas uma otite quando tinha uns 5 meses.

08-Cite 5 qualidades e 5 defeitos, quando eu digo defeito me refiro as manias, teimosias, e coisas que você não gosta na raça.

R: As qualidades que nos fazem amar essa raça são o fato de serem carinhosos, preguiçoso, brincalhão, companheiro e por ter cara de mal kkk. Os defeitos que mais nos incomodam são a teimosia, os puns fedidos, a dificuldade pra medicar e a queda de pelos.


09-Se seu Bulldog pudesse dizer uma única frase, qual seria ela?

R: A frase que com certeza o Bud diria é "Estou com sono mas ainda quero brincar."


10- O que um Bulldog precisa para ser feliz?

R: Precisa de amor, cuidado, uma boa alimentação e muita brincadeira.





Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page