top of page

E o Homem Encontrou o Cão…


Apenas dois animais entraram no lar humano noutra qualidade que não a de prisioneiros, e foram domesticados por outros meios que não a servidão forçada: são eles o cão e o gato. Ambos partilham duas características, a saber, ambos pertencem à ordem dos carnívoros e ambos servem o homem na sua qualidade de caçadores. Em tudo o resto, e antes de mais na forma como se associam ao homem, eles são tão diferentes um do outro como a noite do dia. Não há animal domesticado que tenha alterado tão radicalmente todo o seu modo de vida, até mesmo toda a sua esfera de interesses, que se tenha tornado doméstico duma forma tão genuína como o cão; e não há animal que, no decurso da sua associação secular com o homem, tenha mudado tão pouco como o gato“.

O trecho acima faz parte da introdução do livro “Man Meets Dos” (E o Homem Encontrou o Cão; Editora Relógio D’água) escrito pelo Austríaco Konrad Lorenz, considerado o fundador da Etologia e Prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia (1973). Esta é uma excelente dica de leitura aos nossos internautas.

A obra é um fascinante trabalho desse grande comportamentalista animal, pois aborda diferentes e instigantes temas, desde o início da associação entre “homens” e “cães”, passando pela origem da fidelidade, cães e crianças, costumes caninos, adestramento, escolha de um cão, consciência animal, entre outros.

Muito embora tenha sido escrita na década de 50, onde o cão não recebia o mesmo enfoque que recebe nos dias atuais, a obra continua atual pois poucos autores abordaram com tanta sabedoria a essência do comportamento canino.

Gilberto Medeiros

Colaborador do Bullblog e Criador de Bulldogs desde 2003

Комментарии

Оценка: 0 из 5 звезд.
Еще нет оценок

Добавить рейтинг
bottom of page