top of page

Bulldog, um cão gordinho?



Fonte: Zelda Wisdom


A obesidade dos bulldogs não é apenas um problema meramente estético já que traz altos riscos a saúde do cão. Podemos citar algumas alterações que o sobrepeso pode acarretar: dificuldade de locomoção, doença cardíaca e pulmonar, redução na fertilidade, predisposição a diabete, maior risco em cirurgias e queda na expectativa de vida. O estilo de vida e a saúde do cão dependem quase que exclusivamente do dono do animal, é ele que define o que seu pet vai ingerir e quanta atividade física vai fazer. O cão não tem consciência que está gordinho ou que deveria fazer mais exercícios.

Estima-se que entre 25% e 35% da população dos cães que vivem em apartamentos no Brasil são obesos. Naturalmente existem diferenças inerentes a cada raça, o bull é bonachão, gosta de ficar em casa e não requer muita atividade. Por outro lado temos exemplos como o border collie, uma raça com muita energia e que necessita de bastante exercício físico. Assim como os humanos os cães ganham peso pelo excesso de consumo calórico em comparação às calorias gastas. A solidão, a carência afetiva e o tédio também podem agravar o problema, fazendo com que o animal venha a comer mais do que deveria. Muitos donos pra compensar a ausência acabam por exagerar nos petiscos e agradinhos ao chegar em casa, quando o ideal seria um passeio bem divertido ou uma boa brincadeira.

Temos abaixo uma tabela que pode auxiliar na avaliação do bull:

.


Fonte: Livro Cachorro Magro, Rachel Rubin, Editora Panda Books, 2005.





.

A dieta ideal para o cão é constituída basicamente de ração, tentando evitar qualquer tipo de comida caseira ou doces. Os biscoitos caninos podem ser dados sem problema, desde que na quantidade adequada. As rações indicadas são as de qualidade super Premium e variam de acordo com a indicação do veterinário. Alguns bulls requerem rações light para controle de peso, enquanto outros necessitam de rações especificas para determinadas patologias (problemas urinários, hepáticos, entre outros).

Então deixamos algumas dicas para auxiliar no controle de peso de seu bull:

  1. Pese a quantidade de ração que deve ser administrada diariamente e divida em 2 ou 3 doses;

  2. Oriente a família que o animal deve fazer controle de peso, assim todos ficam cientes da necessidade;

  3. Evite exagerar nos petiscos e agradinhos;

  4. Não forneça alimentos humanos para o cão;

  5. Leve o bull para passear cerca de 2 vezes ao dia (de preferência nos horários mais frescos do dia);

  6. Estimule brincadeiras, como jogar a bolinha para que traga de volta;

  7. Se necessário passe para a ração light;

  8. Pese o animal a cada 15 dias fazendo uma tabela controle (lembre-se que eles perdem peso muito lentamente);

  9. Estimule interação com outros cães, isso desestressa o animal e o ajuda na perda de peso;

  10. Procure avaliação veterinária para garantir a saúde e determinar o peso ideal para seu bulldog.

.


Dra. Viviane Dubal – CRMV/RS 8844

Formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e proprietária da Clinica Veterinária Saúde Animal em Porto Alegre. Contato: vivianesd@bol.com.br

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page