top of page

Bulldog Inglês, uma paixão pra toda vida…


Sempre tive cães quando criança, onde meu sonho profissional era ser veterinária para, além de gostar, poder cuidar dos animais. Mas a gente cresce, a vida muda, os projetos profissionais se transforam, a gente troca a casa pelo apartamento e alguns hábitos da infância vão se perdendo.

Em 2005, cursando a faculdade de administração (sim, administração e não veterinária..hehe!), peguei carona com um colega até um shopping para fazer uma compra rápida, eis que, quando entro no shopping dou de cara com um bulldog fêmea sentada na gaiola de uma pet shop, com aquela cara mais linda do mundo que só um bulldog é capaz de ter. Brincando com uma bolinha ela me olhou pelo vidro e me ofereceu a bola…pronto! Amor à primeira vista!

Cheguei em casa e pesquisei todos os sites possíveis e imagináveis atrás de informações sobre a raça, tinha consciência que comprar um bull de uma pet shop era arriscado, mas meu coração já tinha dona. Voltei ao shopping todos os dias daquela semana e, ela continuava lá…linda e parecia me esperar, saber o horário que eu chegava, até o dia que a vendedora me olhou, lá na loja pela 10º vez na semana e disse: “tu quer pegar ela um poquinho?” Peguei, amei e nunca mais larguei. Negociei a compra imediatamente. No dia seguinte voltei à loja com todas as minhas economias e ela estava lá me esperando, balançando o rabinho cotoco e com um laço rosa enorme na cabeça. E assim, a 9 anos a Mel chegou, trazendo uma felicidade infinita pra minha vida. Por causa dela criei grandes amizades, conheci pessoas fantásticas, aprendi sobre a raça e suas peculiaridades e mais do que isso, me tornei “mãe” de uma grande família que mefaz muito feliz, sim, porque depois da Mel veio o Ruffus (meu neto), o Khallyd (uma grata adoção) – um cão com um temperamento fantástico, amigo e, no ano passado realizei o sonho de ter um bull de um criador que admiro demais e acompanho há muito tempo…a Olívia veio completar minha vida, minha família, meu coração e me trazer muitas risadas com seu jeito alegre de ser.

E para finalizar minha história, cito a tão conhecida frase que melhor não pode definir um dono de bulldog: “Uma vida nunca será plena se não se teve um bulldog”.

Grande abraço!

Gabriela Lírio

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page