top of page

Artrite


A artrite é a deterioração da cartilagem da articulação, consiste na artropatia (doença da articulação) mais comum dos cães. Sua origem é relacionada com traumatismos ou com problemas pré-existentes como displasia coxofemoral (quadril) ou displasia de cotovelo. No caso dos bulldogs acontece comumente durante aquelas brincadeiras mais enérgicas em que se batem e continuam correndo como se nada tivesse acontecido e depois de um tempo começam a mancar. Sempre observar a possibilidade do surgimento da artrite após fraturas ou luxações. Animais mais velhos tem maior suscetibilidade ao problema pelo envelhecimento dos tecidos e redução da quantidade de colágeno dos ligamentos e condroitina da articulação. Cães obesos também sobrecarregam suas articulações e têm maior exposição à artrite.

Podemos verificar a presença de sinais como dificuldade de caminhar ou um andar mais endurecido, como se não conseguisse dobrar a articulação. Muitos animais só manifestam os sintomas durante realização de exercícios, enquanto outros têm dificuldade de movimentação apenas ao acordar. Outro sinal bastante comum é a dificuldade na extensão dos membros  e inchaço e dor na articulação. Muito importante ressaltar que muitas vezes os pacientes manifestam sinais intermitentes, ou seja, mancam um pouco e param. Assim podemos pensar que o problema se resolveu sozinho, mas na verdade apenas estamos tendo uma evolução crônica que dificulta o tratamento no futuro.

O diagnóstico é realizado pelo exame clínico com histórico do paciente e exames de raio x da articulação acometida. Se for necessário, são solicitados outros exames como coleta do líquido sinovial e cultura bacteriana. O tratamento pode ser médico ou cirúrgico, varia de acordo com gravidade do caso e avaliação do veterinário. O tratamento medicamentoso é realizado com fármacos que tentam reduzir a inflamação na articulação e promover a renovação da cartilagem. A fisioterapia é muito útil nestes casos, já que tenta reestabelecer a atividade do membro com aumento da extensão dos movimentos e massagem. Caso o paciente seja obeso, solicitamos a redução de peso imediata. Se o tratamento com medicações não tiver resultados satisfatórios, a cirurgia é a opção. O prognóstico e evolução do paciente com a cirurgia vão variar com a gravidade do caso, idade do paciente e articulação acometida. Para acompanhamento e realização de procedimentos cirúrgicos ortopédicos indicamos sempre um médico veterinário ortopedista.

Então fica a dica, sempre que seu bull mancar, mesmo que de forma passageira, procure seu veterinário. Se tivermos um caso de artrite, poderá ser resolvido rapidamente com medicações sem necessidade de cirurgia.


Dra. Viviane Dubal – CRMV/RS 8844

Formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e proprietária da Clinica Veterinária Saúde Animal em Porto Alegre. Contato: vivianesd@bol.com.br

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page